Please reload

Leitura Obrigatória

A HISTÓRIA DO MEU CÃOZINHO E A HISTÓRIA DE UM CÃO MUITO MAIOR

1/5
Please reload

Em Destaque:

Hoje Eu Não Vou Falar de Lula

 

 

Mila Gebran comeu todos os chocolates na infância e a sustância se completou com sucos naturais, geleias, inclusive de mirtilo, pães e bolos de toda sorte, inclusive os franceses, carnes dos melhores frigoríficos e, finalmente, grãos, os que fazem bem.

 

Estudou nos melhores colégios, os particulares, de São Paulo, e papai comprava tanto livro que se esparramavam pelo chão do seu quarto, pois a biblioteca da casa não comportava mais nenhum.

 

Logo cedo, teve que ajustar alguns dentes na boca, e a clínica escolhida trabalhou com esmero. Seu sorriso brota da boca com o mesmo acabamento que as pétalas mais perfeitas eram colhidas de seu jardim, cheio de trepadeiras, que assombreavam seu quarto, nas horas de sol e calor.

 

O curso de medicina na UNICAMP foi a aposta natural. Na família Gebran, ninguém guarda qualquer dúvida sobre o seu futuro. O consultório já está pronto, à espera da formatura.

 

Adelaide Silva nasceu para a fome, assim como seus irmãos. O corpo magricela carregava, frequentemente, abóbora, do quintal, e manga, da rua; uma farofa de carne, pouca, misturada com uma colher de arroz, cheia, fazia a alegria da prole de dona Matilde, aos domingos.

 

Não se deixou levar pelo esmorecimento, ainda que a vida pobre o justificasse.

 

“Negro deve ralar muito, Adelaide, e depois trabalhar para sempre”.

 

A escola, distante, chegava a pé. Caneta e lápis eram emprestados e os papeis que recolhia no caminho, grampeados e nas partes limpas, formavam o caderno.

 

Dormia nas aulas e a preguiça se revelou como etapa da fome, não comportamento. Advertências e suspensões foram substituída por compreensão da diretoria da escola, liderada pela gorda Filomena.

 

Uma pessoa boa, a sisuda Filomena.

 

Quem sabe Adelaide deve algo a ela, agora que virou quotista de medicina, colorindo com sua pele preta, igual a de muitos rapazes e moças, as salas de aula da UNICAMP.

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

  • Facebook Basic Square

Artigos Relacionados:

Acompanhe:
Please reload

Sobre o blog:

© 2017 Bora Brasil

Sempre que há interesse em disputa,  legítimo ou não,  consome-se ideologia,  não importando se a agenda é a gestão pública,  futebol ou política.  

Oferecer elementos contraideologicos à reflexão é o desafio de servidores públicos sociólogos cientistas politicos escritores e quetais que pensaram e são colaboradores deste blog. O objetivo é disputar, com ideias, o dasafio da construção de um país melhor. Bora Brasil. 

Entre em contato: contato.borabrasil@gmail.com